Rolim de Moura - RO, Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020 - 00:00

INEP analisa erros na correção das provas do 1º e 2º dias do Enem

Segundo ministro da Educação, houve erros na correção das provas de alguns alunos: 'Aluno fez prova cinza e veio informação de que fez a prova amarela. Ao rodar a correção, saiu resultado diferente'.

Fonte: G1 - Em Educação - 20/01/2020 10:36:00 hrs

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
INEP analisa erros na correção das provas do 1º e 2º dias do Enem
Reprodução

A preocupação dos candidatos a uma vaga no ensino superior aumentou desde que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, reconheceu no sábado (18) que houve "inconsistências" na correção dos gabaritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Segundo Weintraub, a falha ocorreu na transmissão das informações – quem fez prova de uma cor teve o gabarito corrigido como se fosse outra cor, segundo o ministro. 

A princípio o erro havia atingido apenas a correção de gabaritos do 2º dia, quando houve provas de ciências da natureza e matemática. Neste domingo (19), o Inep afirmou que a revisão será feita nos dois dias do exame.

O ministro explicou que o erro seria da impressora da gráfica Valid, responsável pela diagramação, manuseio, embalagem, rotulagem e entrega aos Correios dos cadernos de provas. Segundo ele, a máquina "dava umas engasgadas" durante a impressão e isso gerou o descolamento da prova com o gabarito.

As provas do Enem são divididas por cores e a correção do gabarito é feita conforme essa classificação. O erro ocorreu na associação do arquivo do aluno e a cor da prova.

"Alguns arquivos vieram com erro na associação entre o aluno e a cor da prova. Aluno fez prova cinza e veio informação de que fez a prova amarela. Ao rodar a correção, saiu resultado diferente", afirmou.

INEP analisa erros na correção das provas do 1º e 2º dias do EnemFoto: Participantes do Enem 2019 relatam problemas na correção do exame nas redes sociais. Algumas pessoas tiveram 30 acertos e obtiveram nota mínima. TRI é o método de correção anti-chute do Inep. - Reprodução/Twitter

O ministro da Educação afirmou que até esta segunda-feira (20) o problema será resolvido. No domingo, ele reforçou que o Inep segue apurando os erros e descartou que qualquer candidato possa ser prejudicado. 

"A equipe do Inep continua trabalhando na apuração das inconsistências nas notas individuais do Enem 2019. Reafirmo: nenhum candidato será prejudicado! A abertura do Sisu será na terça, dia 21" – Abraham Weintraub, ministro da Educação.

Abraham Weintraub estimou em seis mil pessoas o número de afetados por erro na correção da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Em entrevista a uma rádio do Rio Grande do Sul, o chefe da pasta considerou "baixo" o impacto e disse que as notas serão corrigidas ainda na segunda-feira (20).

(CLIQUE AQUI) e participe do grupo do TRIBUNA TOP no WhatsApp e fique sempre muito bem informado.

OBS: Somente os administradores poderão postar conteúdos.

COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Mais Notícias da Categoria: Educação

TV TRIBUNA TOP

Carregando...