Rolim de Moura - RO, Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020 - 00:00

Ano de 2050, contando o 2020 ao meu neto.

Resumindo o 2020 ao neto.

Fonte: Erielton Venturoso - DRT 1409/RO - Em Geral - 07/05/2020 03:38:00 hrs

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Ano de 2050, contando o 2020 ao meu neto.
Reprodução

Vovô, porque todos não gostam nem que fale sobre o ano de 2020??

É meu neto, foi um ano terrível aquele 2020. Ou seja, há 30 anos atrás. O mundo parou. Lá pros lados da China surgiu um tal de Corona Vírus, e em pouco tempo se expandiu para todos os continentes. E como se fosse uma ficção, chegaram as ordens das autoridades de saúde para que a população se recolhesse e ficassem isoladas em suas residências. Nunca foi de fato provado meu neto, mas eu acredito que isso foi coisa inventada em laboratórios por aqueles olhos puxados. Tanto é que eles se tornaram essa maior potência mundial que todos conhecem hoje. 

No início, a população não levou tão a sério, mas, com o passar do tempo, os hospitais começaram a ficar lotados, faltavam UTIs, faltavam respiradores, e as mortes se tornaram constantes. Víamos aqueles montes de covas comunitárias sendo abertas e centenas de caixões sendo encobertos por maquinários. Triste e desesperador ouvir tantas histórias e tragédias, de pessoas perdendo seus entes queridos e sem ao menos ter o direito de um sepultamento digno.

Presenciando todas aquelas cenas, parte da população entrava em pânico e por muito pouco tudo não se tornou um caos. As pessoas naquele desespero de se protegerem ficaram fixadas em máscaras, álcool em gel, mantendo distância uma das outras e praticando outros diversos cuidados que eram fundamentais. E com certeza, todas aquelas precauções contribuíram muito para que a tragédia não fosse ainda maior.

Mas, naquele momento meu neto, além de ter que enfrentar o temido vírus, o mundo teve diversos outros problemas, os consumidores sumiram, a grande maioria realmente não tinha recursos para gastar, e os poucos que tinham, temiam o futuro e por consequência não gastavam. Resultado, empresas fecharam suas portas, pais de famílias foram demitidos, as despesas se acumulavam, e muitas famílias se viram na temida e nunca imaginada situação de passar fome. Por fim, vieram as depressões, e o ponto mais crítico, os suicídios.

Portanto meu neto, aquele 2020 não deixou saudades, se tivesse sido excluído do calendário, não faria falta nenhuma.  Mesmo depois que o tal corona foi dominado, o restante dos meses se arrastaram, não teve evolução em nada, e as percas foram irreparáveis. E até hoje, 30 anos depois, ainda relembramos com tristeza daquela época. E é exatamente por isso que ninguém gosta de relembrar aquele ano, e de herança, ficou em nós somente essa fixação de usarmos com tanta frequência essas máscaras e esse álcool em gel. 

Por Erielton Venturoso - DRT 1409 RO

 

(CLIQUE AQUI) e participe do grupo do TRIBUNA TOP no WhatsApp e fique sempre muito bem informado.

OBS: Somente os administradores poderão postar conteúdos.

COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Mais Notícias da Categoria: Geral

TV TRIBUNA TOP

Carregando...