Rolim de Moura - RO, Terça-Feira, 27 de Outubro de 2020 - 00:00

Prefeitos presos durante operação da PF em RO tem mais de R$ 1,4 milhão 'sequestrados'

.

Fonte: G1 RO - Em Polícia - 30/09/2020 03:11:00 hrs

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Prefeitos presos durante operação da PF em RO tem mais de R$ 1,4 milhão
Reprodução/PF

O desembargador Roosevelt Queiroz Costa, que assinou o mandado de prisão preventiva contra os quatro prefeitos e um ex-deputado estadual envolvidos em um esquema de propina, durante operação da Polícia Federal em Cacoal, Rolim de Moura, São Francisco e Ji-Paraná, ordenou, ainda, mandados de busca, apreensão e indisponibilidade dos bens dos acusados.

Foram 'sequestrados' dos prefeitos:

  • R$ 555 mil do Luiz Ademir Schock (PSBD)
  • R$ 360 mil da Glaucione Neri (MDB)
  • R$ 360 mil da Gislaine Lebrinha (MDB)
  • R$ 150 mil do Marcito Pinto (PDT)

Os cinco políticos foram presos na operação Reciclagem na última sexta-feira (25), porém o desembargador havia determinado a prisão do grupo no dia 14 de setembro, após assistir aos vídeos em que os chefes dos executivos aparecem recebendo dinheiro de propina. As prisões foram autorizadas pelo Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) devido aos vários indícios de provas contra os políticos denunciados. Alguns dos pagamentos de propina foram filmados por câmeras.

Segundo o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), as prisões dos quatro prefeitos e do ex-deputado foram "estritamente necessárias" devido aos vários indícios de provas.

Conforme investigação conduzida pela Polícia Federal (PF), os prefeitos exigiam o recebimento de valores para um empresário que tem contratos com os municípios. Os pagamentos das propinas foram realizados sempre do mesmo modo, em encontros agendados em hotéis, na sede da empresa, nas sedes das prefeituras, entre outros locais.

"As imagens são revoltantes e certamente causam e causarão abalo na sociedade ordeira e que trabalha duramente para pagar tributos e manter seu sustento. É traumático saber que chefes de Poder desçam tão baixo em período tão crítico da vida nacional e, diante de tão grave repercussão, a ordem pública é sim turbada e deve ser restabelecida – sem dizer que há nítida pretensão para que não cessem os pagamentos e novas exigências”, destacou o desembargador Roosevelt no mandado de prisão preventiva expedido contra os prefeitos.

Na mesma decisão, o desembargador determinou o afastamento dos prefeitos de suas funções por 120 dias. "Neste período, os gestores substitutos ainda permanecerão no exercício da função pública, nada impedindo que o gestor afastado volte às suas atribuições antes mesmo de esgotado esse prazo, considerando a finalização dos atos de investigação", afirma o Tribunal de Justiça.

As prefeitas Lebrinha e Glaucione Rodrigues Neri estão dividindo a mesma cela desde o fim de semana, no quartel da Polícia Militar de Ji-Paraná. Já os prefeitos Luiz Ademir Schock, Marcito Pinto e ex-deputado Daniel Neri estão em outra cela.

Habeas copus negado

Nesta quarta-feira (30), o ministro Joel Ilan Paciornik, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de liminar do habeas corpus dos prefeitos de Cacoal e Rolim de Moura e do ex-deputado.

Na terça-feira (29), a defesa dos três políticos havia pedido para o STJ substituir a prisão preventiva dos suspeitos para prisão domiciliar. A decisão monocrática do ministro cabe recurso e o habeas corpus deve continuar tramitando no STJ até a decisão do colegiado da corte.

Nova Brasilândia proíbe entrada de pessoas no 
município até dia 31 de maio

COMENTE
COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu. A DIREÇÃO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Mais Notícias da Categoria: Polícia

TV TRIBUNA TOP

Carregando...